Fat bombs!

Depois de ter descoberto que o "pé-de-moleque" era conhecido por "fat bomb", resolvi fazer outra batelada. Dessa vez, usei:

4 colheres de óleo de coco
100g de manteiga sem sal
5 colheres de cacau em pó
1 colher de farinha de ameixa
1 xícara de nozes pecan picadas
1/2 colher de chá de sucralose
1 pitada de sal

Derreti a manteiga, ajuntei o óleo. Misturei todo o resto e coloquei em forminhas de gelo. Deixei no freezer por 30 minutos, e já é hora de comer :-) Ficou bem menos doce que a primeira batelada, e muito mais gostoso na minha opinião e na da patroa. Vamos ver o que a filhota diz amanhã :-)

Derretendo!

Pecans

Mistura pronta

Já saindo das forminhas


Recomendado para você

13 comentários

Click here for comentários
rcbacchi
admin
8 de novembro de 2013 14:17 ×

Jesus.! Deu água na boca...

Reply
avatar
Teimosia
admin
8 de novembro de 2013 14:24 ×

É só fazer, uai. Essas aí demoraram 5 minutos para fazer, e mais 30 minutos no freezer para solidificar.

Reply
avatar
11 de novembro de 2013 10:58 ×

Testado , ficou ótimo. :)

Reply
avatar
Giseli Ramos
admin
11 de novembro de 2013 16:50 ×

Pergunta rápida... essas fat bombs têm limite? Tipo, posso comer umas 5 de boa?

Reply
avatar
Teimosia
admin
11 de novembro de 2013 17:54 ×

Gordura é gordura, uai: http://paleodiario.blogspot.com.br/2013/11/o-que-acontece-se-voce-comer-5800.html

Reply
avatar
14 de janeiro de 2014 16:56 ×

Farinha de coco no lugar da de ameixa, uma troca boa ou não?

Reply
avatar
Teimosia
admin
14 de janeiro de 2014 17:10 ×

Certamente! Eu só usei ameixa para experimentar... No geral, uso farinha de coco mesmo.

Reply
avatar
rcbacchi
admin
21 de janeiro de 2014 15:00 ×

Receita aprovadissima. Fiz no final de semana, substituindo a farinha de ameixa por farinha de coco. Acrescentei uma pitada de canela em pó e cardamomo. Ficou barbaro. Obrigado Hilton!

Reply
avatar
Teimosia
admin
21 de janeiro de 2014 15:08 ×

Coloque gergelim, damascos picados, passas, outros tipos de castanhas. Acrescente um pouquinho de suco de laranja, ou café solúvel, ou coco ralado. A quantidade de receitas só depende da sua imaginação :-D

"Chocolate de gordura hidrogenada", nunca mais. Adeus Nestlé, Garoto, Lacta, Hershey's, Arcor, Cacau Show e todo esse lixo :-D

Reply
avatar
24 de janeiro de 2014 10:40 ×

Farinha de ameixa. Vc compra ou faz? Se compra, onde encontrar? Se faz, como faz?
Abçs

Reply
avatar
Teimosia
admin
24 de janeiro de 2014 11:18 ×

Olá, Fernanda

Eu comprei no Mercado Central de Belo Horizonte, mas foi mais um experimento do que um hábito... A farinha de ameixas é muito cara, e não é tão low-carb assim :-D

Atenciosamente,
Hilton

Reply
avatar
Ingrid F
admin
13 de março de 2014 13:59 ×

Tenho feito chocolate amargo derretido com um pouco de manteiga de cacau, para aumentar a gordura e 'diluir' o carboidrato. Isso deixa o sabor um pouco mais suave e a consistência do chocolate derretido muito mais ralinha, permitindo fazer casquinhas de chocolate finíssimas em bombons. Também dá para fazer uma fat bomb wannabe chocolate branco com manteiga de cacau, manteiga sem sal, baunilha, creme de leite e adoçante a gosto, que fica ainda melhor salpicada com coco ralado (e um pouco de gordura de coco). A manteiga de cacau você encontra no Mercado Central, em lojas de chocolate.

Reply
avatar
Teimosia
admin
13 de março de 2014 14:23 ×

Excelentes dicas!

Você viu essa fat bomb de limão ?

Foto: http://i217.photobucket.com/albums/cc278/buttonbutt/006-12.jpg
Receita: http://www.lowcarbfriends.com/bbs/low-carb-recipe-help-suggestions/795430-lemon-fat-bomb.html

Reply
avatar
Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores