Não posso acreditar na maneira como meu corpo mudou

Artigo traduzido por Hilton Sousa. O original está aqui.

real life stories stories 1 2
Hoje é uma edição especial das Histórias Reais do Primal Blueprint. Ano passado, eu pedi às pessoas para fazerem um compromisso público de se tornarem primais em 2012. Mais de 500 leitores do do Mark’s Daily Apple se juntaram ao "Construindo uma História de Sucesso", me mandando seus objetivos pessoais, fotos do "antes", e atualizações durante o ano. No início desse ano, eu entre em contato com os participantes para ver como eles estavam indo, e os resultados foram impressionantes. Ao mesmo tempo que é uma jornada contínua para muitos deles (para todos nós!), as histórias eram familiares: perda de peso, ganho de energia, doenças curadas. Alguns dos participantes foram bacanas e cederam seus casos para um eBook que eu produzi. Você pode baixá-lo de graça, sendo um assinante da nossa lista de emails (veja detalhes abaixo). A história abaixo é da Ganeesha, 26 anos, e uma das inspirações incluídas no eBook.



Primeira submissão - 07 de janeiro de 2012



Eu sou a Ganeesha, 26 anos, de Trinidad & Tobago. Sou professora primária.

Meu objetivo para 2012 é dividido em 2 partes. Primeiro, pretendo chutar a minha asma. Segundo, quero fazer isso enquanto retorno ao tamanho com o qual eu era mais confortável.

E quero fazer isso tudo enquanto mantenho a manteiga, o bacon e a diversão na minha vida.

Pretendo seguir os passos do Grok pelo resto da minha vida :-)

Essa foto é como eu aparentava por todo o ano de 2011. Eu pesava 86kg.



Me tornei primal no final de novembro, mas não consegui dizer "não" ao milho até 1o de janeiro. Até agora, perdi 7kg. Peso 79kg agora.

A segunda foto tem 5 anos de idade, e me mostra andando empinada (ou pelo menos sem sacudir) em uma passarela em Barbados. Eu pesava 65kg. E assim que quero ser de novo.


Segunda submissão - 05 de abril de 2012


Não consigo acreditar na maneira como meu corpo mudou. Antes de me tornar completamente primal, eu tinha perdido 7kg. Desde janeiro, entretanto, perdi mais 11.

Perdi 18kg! E me sinto completamente FANTÁSTICA.



A asma foi chutada com sucesso. Ela era o sintoma, não o problema. O problema era o gluten. Acabou que eu era alérgica. :-s

Entrei para uma academia de ginástica. Faço spinning 1x por semana, duas vezes se estiver me sentindo extra hiper animada. Tenho feito um pouco de treinamento de força também. E o mais notável, consegui fazer minha primeira flexão de braço. Ria o quanto quiser, eu estou orgulhosa :-D Desde que comecei a malhar, minha perda de peso desacelerou, mas minha perda de gordura continuou. Ainda estou perdendo medidas e tenho pequenos músculos começando a se formar. Deus, como isso é bom.

Eu não vou, NÃO POSSO voltar atrás. Minha pele ficou limpa, tenho toda a minha energia de volta, posso respirar normalmente, e até a minha performance no trabalho melhorou..

Minha família está se contaminando também. Pus todo mundo para ler o MDA. Eles ainda estão tentando fazer suas mentes compreenderem. "Sem grãos ? NUNCA MAIS ?" (sempre gostamos muito de massa e arroz). Mas eles estão fazendo esforço para melhorar suas saúdes e vão chegar lá. Eventualmente. Eu espero. Talvez minha geração inteira escape da diabetes. *cruzando os dedos*

Não posso agradecer a vocês da MDA o suficiente. Estou fora de mim mesma. Mais feliz do que estive em anos. E é tudo porque encontrei vocês. Obrigado

Ganeesha

P.S.: agora que cheguei até aqui, vou passar os próximos 90 dias tentando convencer a mim mesma que  "moderação" também se aplica a cheesecake e chocolate amargo.



Terceira submissão - 07 de julho de 2012


No meu caso, o peso se estabilizou em torno de 68kg. Desde abril, entretanto, perdi mais medidas. minha cintura, por exemplo, foi de 76 para 71cm. Nessa mesma época ano passado, 71cm era a circunferência da minha coxa.

Ano que vem, pela primeira vez, vou colocar uma fantasia e brincar no carnaval de Trinidad. Eu quis fazer isso por anos. Agora, eu posso. A minha aparência vai ser fantástica, mas mais importante, vou ter a resistência para dançar na rua por 2 noites seguidas :-D



Não sou disciplinada como gostaria, com os exercícios - mas vou à aula de spinning ou nado uma ou duas vezes por semana..

Simplesmente me sinto tão bem a a respeito de tudo; me sinto saudável, energizada e tão FELIZ o tempo inteiro, que quero praticamente evangelizar de cima dos telhados sobre o estilo de vida primal

E é contagioso.

Tenho minha pequena tribo de homens das cavernas. Somos cerca de 10 (amigos e família) que seguem o Primal Blueprint agora. Os resultados são fantásticos. Meu tio perdeu 11kg. Meu melhor amigo perdeu 14. O peso do meu primo se manteve, mas seus músculos estão ficando talhados! Somos uma pequena e sexy tribo primal!

É fantástico, estou muito inspirada pelas histórias que vejo no MDA, e consegui passar a inspiração para outros. Me sinto uma espécie de super-heroína!



Obrigado, obrigado, obridado



Submissão para o eBook - 18 de março de 2013



Pergunta: Quais eram seus objetivos em 2012?

Resposta: eu queria sentir que era dona do meu corpo novamente. Queria ser capaz de dar minhas aulas, correr com as crianças. Não queria ter que ir parar no hospital com falta de ar novamente.


P: Por que você decidiu tornar-se primal, e qual exatamente era o seu plano a cumprir em 2012?

R: Depois que ataques de "asma" me mandaram para o hospital 5 vezes em 2011, eu decidi que bastava. Sabia que algo estava errado, então fui ver um médico. Meus exames de sangue mostaram que aos 26 anos eu era pré-diabética e pré-hipertensa. Com 86kg, estava na fronteira da obesidade. Ele me disse que se eu não mudasse meus hábitos, ficaria diabética, hipertensa e teria problemas cardíacos antes dos 40 (todas as 3 doenças existem na minha família). Fui instruída a largar o glutem imediatamente (desde que era alergia a ele, e não asma de verdade que estava causando meus problemas respiratórios), junto com carne, laticínios, café e tudo mais que eu amava. Eu me recusei educadamente a trocar a carne por pedaços de soja com sabor, e procurei um plano que se adequasse melhor ao meu paladar. Esbarrei com um blog que começava assim: "O que é que você dá para um leão comer?" Grok roubou meu coração... E estômago.



P: Quão bem-sucedida você foi em se manter no plano?

R: Tirando o cheesecake e a colherada de sorvete de amendoins caramelizados ocasionais, não tive problemas em me manter fiel ao plano. No princípio, não vou mentir, chorei pela perda do pão. Depois de uma semana, entretanto, parei de perceber o cheiro. Através de um feliz acidente envolvendo frutas secas na prateleira de temperos, eu agora tenho vontade de comer passas toda vez que sinto cheiro de Cinnabon (N.T.: espécie de pão confeitado, feito de canela). Perdi 23kg até o momento, baixando de 86 para 63. Ainda estou trabalhando no meu "tanquinho", mas minhas pernas estão fantásticas! Quem ia imaginar o que esse corpo estava escondendo esse tempo todo!



P: Quais foram seus maiores obstáculos, e como você os superou ?
R: Honetamente ? Meu maior obstáculo não foi ligado à dieta. Eu não tive problemas me ajustando à "comida das cavernas" (excluindo as lágrimas pelo pão, que mencionei antes). O mais difícil foi começar a me mexer. Eu tive que chutar minha própria bunda para começar a aula de spinning. Comecei a caminhar para todo lado. Morei no alto de um morro por um tempo, então me comprometi a subi-lo todo dia. Quando me mudei de lá, comecei a fazer sprints uma vez por semana. Atualmente faço minha própria versão do Insanity (na minha versão, faço apenas 3x por semana e quase nunca ultrapasso 30 minutos. Não estou tentando desmaiar nem chorar depois de uma malhação)


P: Qual foi sua maior conquista ?
R: me sinto como um evangelizador primal. Minha vida inteira parece mais organizada depois que me tornei primal. Me graduei na universidade, sou uma professora mais eficiente (tenho tanta energia quanto meus alunos de 11 anos), estou tomando mais cuidado de mim mesma, e isso aparece... e se espalha. Vários dos meus amigos e familiares também se tornaram prmais (minha melhor amiga, Saidi, perdeu 23kg também!), e temos nossa pequena tribo, trocando receitas, histórias e motivação por todo o lugar! É realmente fantástico.

P: Como é o seu plano de refeições diárias ?
R: pela manhã, tomo café com uma pitada de açúcar. Se eu tomo o desjejum, é geralmente um "sanduíche omelete" (ovo, bacon, queijo, algum vegetal e outro ovo por cima). Almoço é frequentemente uma grande salada com carneiro, galinha ou peixe. O jantar é geralmente um bocado de vegetais cozidos com um tempero qualquer (sempre presentes estão a pimenta caiena e o cominho) e a carne que estiver mais fácil. Quando sinto vontade de comer sobremesa, sempre há frutas por perto. E quando estou celebrando algo, como cheesecake. Porque às vezes eu me permito, pô.

P: Como é a sua rotina de exercícios semanal ?
R: Às vezes, é "rouba bandeira". Às vezes, "polícia e ladrão". Às vezes, eu nado ou corro, ou simplesmente ando pela vizinhança por um tempo. Conforme mencionei antes, faço pseudo-Insanity 3x por semana e sprints uma vez. Depois disso, é só brincar e lazer.

P: O que mais você mudou em 2012 (sono, luz solar, gerenciamento de stress, etc) ?
Desde que me torneui primal, as coisas meio que se arranjaram sozinhas. Fiquei menos estressado, durmo melhor, leio mais. Tenho um nível de energia constante que baixa por volta das 22h, e eu simplesmente vou dormir. Dificilmente assisto TV hoje em dia. Vou para a praia depois do trabalho algumas vezes (e quase todo fim de semana) e relaxo. Meu corpo está mais feliz que nunca, e acho que por causa disso, minha mente está em paz. Eu simplesmente aproveito a vida, agora.

P: Quais são seus objetivos para 2013 e além ?
R: EStou feliz com minha vida exatamente do jeito que é. Simplesmente quero manter isso. Estou motivada a continuar me movendo, e a continuar saudável. Quero organizar algumas receitas primais da ilha, ou seja, adaptar receitas primais a uma lista de ingredientes caribenhos. Continuo contando às pessoas ao redor sobre a vida primal e quem sabe possa convencer ainda mais gente que esse é o modo como devemos viver. Não precisamos ser moldados pela nossa história familiar. Podemos mudar nossas próprias vidas, corpos e destinos através de nossas escolhas.

P: Há algo mais que você queira compartilhar ?
R: Sou professora de escola primária. Minha turma costumava ficar excitada para comer pizza. Agora eles zombam dela e encorajam seus pais a preparar saladas no almoço. Eles trocam idéias e receitas, e trazem frutas, castanhas e legumes para escola, como lanchinhos. Não é sempre assim, mas é um começo!

Recomendado para você

Thanks for your comment

Sobre o autor

Mineiro de Teófilo Otoni, morador de Belo Horizonte. Gosto muito de comer, e depois de alguns anos chafurdando na comilança de bobagens, decidi tomar tento e passar a comer comida de verdade. Descobri o modo de alimentação paleo/LCHF em meados de 2010, mas só comecei a por em prática em fevereiro/2013.

Hoje, sou mais feliz - e os exames de laboratório estão TODOS melhores :-D

Acompanhe minha trajetória em fotos aqui.

Aviso!

Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!

Visualizações

Seguidores